Vogais

  • Elon Musk

    Ashlee Vance

    • Vogais
    • 27 Avril 2020



    BESTSELLER DO NEW YORK TIMES



    Elon Musk é, provavelmente, a maior esperança
    da Humanidade por uma verdadeira revolução tecnológica

    Elon Musk é visto em Silicon Valley como o mais excitante, imprevisível e ambicioso empresário da atualidade - uma mistura de Steve Jobs e Bill Gates. Para muitos, este visionário pode mesmo vir a ter um impacto na humanidade sem paralelo. Este é o livro que conta a sua história.
    Elon Musk construiu a sua fama e fez fortuna com algumas das mais bem-sucedidas empresas de tecnologia, como a PayPal, vendida à eBay por 1,5 mil milhões de dólares, investindo depois em projetos com potencial para revolucionar o mundo. A Tesla Motors, no fabrico de carros elétricos, a SpaceX, na indústria espacial, e a SolarCity, nos painéis solares, estão a transformar os seus segmentos industriais, provocando um salto evolutivo no setor empresarial americano.
    A insistência de Elon Musk nestas áreas de alto risco, tocando em poderes fortemente instituídos, valeu-lhe assombros de falência e ruína; da sua resiliência e visão nasceria, porém, uma das maiores reviravoltas da história empresarial dos EUA, sendo hoje visto como um visionário de sucesso.
    Para escrever esta biografia, o experiente jornalista Ashlee Vance (New York Times e Bloomberg Businessweek) obteve a autorização oficial e a colaboração do próprio Elon Musk, com quem teve inúmeras entrevistas e conversas ao longo dos mais de 2 anos em que acompanhou a sua vida. Em paralelo, as conversas com 300 pessoas das esferas pessoal e profissional de Musk permitiram mostrar todos os ângulos que compõem a história deste gestor e empreendedor genial, que está a dedicar a sua vida a inventar um futuro melhor.

  • O título não podia ser mais esclarecedor sobre este livro escrito por Carlos Cruz. Afinal de contas, nas 450 páginas, insuficientes para todo o material que poderia ser publicado, são apresentadas as provas da inocência do antigo apresentador que respeita ao seu envolvimento no processo Casa Pia. Esta provas, antes desconhecidas, são agora colocadas à disposição do público em geral.
    Inocente para além de qualquer dúvida é uma recolha dos argumentos e provas utilizados pela defesa do antigo apresentador, mas ignorados pelos tribunais, que demonstram o grave erro cometido pela Justiça portuguesa. As contradições das alegadas vítimas e dos investigadores da Polícia Judiciária; os desmentidos posteriores de algumas delas; a pressão dos media e dos investigadores sobre as testemunhas; as provas factuais, ignoradas pelo tribunal, dos locais onde decorreram os alegados crimes nas datas indicadas - estas são apenas algumas revelações que podem ser lidos e consultados no livro.
    «Neste livro, o leitor encontra a prova irrefutável do que sempre afirmei: estive, estou e estarei sempre inocente! De forma documentada e sustentada. Com dados a que nunca teve acesso ou que lhe foram dados a conhecer quase sempre de forma deturpada ou manipulada. Confirme o que dizem testemunhas, juízes, procuradores, investigadores, assistentes e jornalistas. Conheça a investigação e os seus procedimentos.» - Carlos Cruz

  • A Solo

    Rebecca Seal

    • Vogais
    • 8 Mars 2021

    Bestseller Amazon


    Um guia para freelancers, patrões e colaboradores em teletrabalho.

    Seja por escolha própria ou devido a circunstâncias externas, enquanto freelancer ou como trabalhador de uma empresa em trabalho remoto, há cada vez mais pessoas a trabalhar em casa. Mas será possível trabalhar bem em isolamento? Como se atingem objetivos quando se trabalha sozinho?
    Prático e inspirador, este livro revela o que temos a ganhar, e a perder, quando mudamos de um ambiente estruturado de escritório para o recato do nosso lar. Combinando as mais recentes pesquisas feitas em áreas como a psicologia, a economia e as ciências sociais com a sua própria autoanálise, a que soma mais de uma década de experiência como freelancer, Rebecca Seal ensina-nos a permanecer resilientes, produtivos e focados.
    Resultado de uma exaustiva e bem-sucedida pesquisa, este livro proporciona, com uma franqueza revigorante, orientações sólidas sobre como aumentar a produtividade e melhorar o bem-estar de quem trabalha remotamente, não descurando todos os desafios emocionais e mentais associados.

    «Poderia haver momento mais atual para um livro sobre como trabalhar sozinho? Compassivo, realista e extremamente útil.» - Observer



  • Mais vendidos do



    New York Times





    Uma viagem pelos obstáculos da transformação contínua da Microsoft e uma visão privilegiada da vaga de tecnologias inteligentes que se aproxima.




    Satya Nadella analisa o modo como as pessoas, como as organizações e as sociedades podem se transformar, como devem "atualizar" sua demanda persistente por novas energias, novas idéias e maior capacidade de relevância e economia.
    Contudo, Faça a



    atualização



    é, principalmente, um livro sobre pessoas e sobre uma maneira como uma das qualidades humanas mais essenciais - uma empatia - tornar-se ainda mais valiosa, num mundo em que os avanços tecnológicos prometem alterar mais do que nunca de coisas.




    Para complementar como seus reflexos sobre espantosos progressos científicos como inteligência artificial, realidade equivocada ou computação quântica, o CEO da Microsoft descreve sua infância, antes de emigrar para os EUA, e sobre o pessoal e a profissão que trabalha empresa.



    Faça Refresh



    é uma tarefa contemplativa da espera de um líder consciente e deliberativo em busca de melhorias - para ele, para uma empresa e uma sociedade.




    Com Prefácio de Bill Gates



  • Um retrato completo do humor português contemporâneo, obrigatório para quem gosta de boa comédia e para quem dela vive.


    Ricardo Araújo Pereira, Herman José, Nuno Markl, Bruno Nogueira, João Quadros, Salvador Martinha, Nilton e muitos outros humoristas (incluindo os mais destacados da novíssima geração) levam-nos, neste livro, até ao fascinante centro do mundo da comédia portuguesa, revelando os seus mecanismos, fronteiras e polémicas.




    Repleto de histórias pessoais sobre o percurso, as técnicas e o pensamento dos principais comediantes portugueses, este livro desvenda as ferramentas fundamentais para a escrita humorística e aborda com absoluta frontalidade as problemáticas mais importantes para a criação de uma piada.




    Através de conversas com os comediantes, Nelson Nunes, jornalista e escritor, dá-nos a conhecer as suas carreiras - os passos em falso, os momentos de sorte, os grandes êxitos, as rivalidades, o que os une e os afasta - e revela tudo o que pensam sobre a arte de fazer rir os outros e as dúvidas que o humor pode suscitar:




    Como se pode e deve fazer uma piada?




    Quais são as técnicas mais importantes?




    Porque existem tão poucas mulheres humoristas?




    As piadas só funcionam se tiverem um alvo?




    Há limites para o humor?




    O que é o humor negro?




    Roubo de piadas: facto ou ficção?




    Um retrato completo do humor português contemporâneo, obrigatório para quem gosta de boa comédia e para quem dela vive.


    Prefácio de Filipe Homem Fonseca.

  • Grit

    Angela Duckworth

    • Vogais
    • 29 Avril 2020


    Porque é que algumas pessoas são bem-sucedidas na sua vida pessoal e profissional, enquanto outras nunca cumprem os seus objetivos?

    Angela Duckworth, doutorada em, Psicologia e bolseira da prestigiada Fundação MacArthur, explica neste livro que, para se alcançar o sucesso, mais do que ter talento ou sorte, é fundamental lutar com persistência pelos nossos sonhos é essencial ter grit, determinação, garra.
    Filha de um cientista que frequentemente a recriminava pela sua falta de génio, Angela Duckworth tornou-se investigadora, professora e consultora de renome. O seu premiado trabalho de investigação levou-a a descobrir que o que impulsionava o sucesso na carreira profissional, no percurso académico e na vida comum é uma combinação única de paixão e perseverança, conceito a que chamou grit.
    O seu trabalho revela:
    » Que os seus esforços suplementares colocam-no duas vezes mais próximo do seu objetivo;
    » Que a perseverança pode ser aprendida, independentemente do quociente de inteligência ou das circunstâncias da sua vida;
    » Que os interesses podem ser estimulados em permanência;
    » O que é melhor para o seu filho - um abraço, padrões de vida e princípios sólidos;
    » A regra mágica dos Objetivos Duradouros.

    Este é um livro sobre o que lhe acontece quando tem um percalço, e de que forma a sua reação a esse obstáculo - e não o talento ou a sorte - faz toda a diferença para ser bem-sucedido.

  • Prazer em Conhecer-me

    Bill Sullivan

    • Vogais
    • 23 Avril 2020



    De uma voz nova e espiritual na ciência popular, surge um olhar inteligente e transformador sobre quem faz nós, nós.





    Por causa dos nossos sentimentos atrativos para um tipo determinado?






    Por que algumas pessoas são madrugadoras?






    Por que votamos em quem votamos?





    "Não acredito que acabei de dizer isso."
    "O que eu fiz isso?"
    "O que há de errado comigo?"
    Estamos permanentemente à procura de respostas para questões humanas fundamentais como estas, e agora a ciência já pode dar.
    Os alimentos que apreciam, como pessoas que amam, como emoções que sofrem e como doenças que possuíam podem ser rastreados até nosso DNA.




    Este livro é ciência popular no seu melhor e descreve uma linguagem acessível como genética, uma microbiologia e uma psicologia conjunta para influenciar nossa personalidade e nossas ações.
    Misturando pesquisas de ponta e humor, Prazer em Conhecer-me está substituindo idéias fascinantes como Mostrar quem realmente é e pode melhorar.





    "Uma viagem intensa pela biologia humana."
    -



    Sharon Moalem



    ,



    autor



    de



    O Gene Inteligente






    "Impregnado com uma voz espiritual por Bill Sullivan, este livro expõe como máquinas biológicas que realmente somos".
    -



    Dra.
    Allana Collen



    , autora de



    10% Humanos


  • O Salto Social

    William Von Hippel

    • Vogais
    • 21 Avril 2020

    Um olhar novo e provocador sobre a nossa espécie





    A psicologia humana é uma réplica de contradições: esforçar-se para alcançar nossos objetivos, mas quando somos bem-sucedidos, nossa felicidade é passagem.
    Desejamos que os nossos amigos tenham uma boa vida, mas sentimos inveja se for boa demais.




    Recuperação de chefes difíceis, mas não costuma ser o melhor quando assumimos a liderança.
    Estas incoerências podem parecer irracionais, mas cada uma é fruto da evolução com o objetivo de servir uma função vital nas nossas vidas.
    De fato, os aspetos mas fundamentais da nossa psicologia foram moldados permanentemente pelo "salto social" que os nossos antepassados deram ao migrar da floresta tropical para uma savana.
    Na sua luta pela sobrevivência, deram prioridade ao trabalho em e eosos danos nos profissionais envolvidos, criando um novo tipo de inteligência.




    Mesclando antropologia, biologia, história e psicologia com ciência evolutiva,



    O Salto Social



    é um novo olhar e provocador de nossa espécie que mata novas pistas sobre quem somos, porque pode causar o uso ou causar uma nova vida.




    "Esqueça os bens materiais. A chave da felicidade pode estar onde menos espera. Substitua o conhecimento sobre o caráter humano, este livro refletido sobre o que importa."
    -


    Kirkus comentários


  • «Um dos melhores livros de ciências do ano.» - Instituto Smithsonian

    Uma nova visão sobre a Evolução Humana
    De onde viemos, como vivemos ou porque temos esta aparência são algumas das questões fundamentais que nos ocorrem nalgum ponto das nossas vidas.
    A evolução humana é um campo em constante mudança, não havendo, por isso, respostas certas nem perguntas erradas. Neste livro fascinante, Sang-Hee Lee explora e questiona alguns dos pressupostos evolutivos a partir de novos e inesperados ângulos.
    A agricultura foi um passo em falso na evolução humana? Porque é o parto tão difícil para as mulheres? Porque é que os humanos adultos bebem leite? O que temos em comum com os neandertais?
    As histórias presentes neste livro oferecem uma nova perspetiva sobre os primeiros hominíneos, desafiando as perceções sobre a progressão tradicional da evolução. Combinando uma visão antropológica com investigação inovadora, as surpreendentes conclusões da autora lançam uma nova luz sobre os primórdios da humanidade.
    À medida que avançamos na evolução, Lee ajuda-nos a determinar para onde caminhamos e aborda uma das questões científicas mais urgentes: será que a humanidade continua a evoluir?

    «De forma sucinta e cativante, Lee revisita as principais questões sobre a história da evolução da nossa espécie.» - Nature


    «Uma nova visão sobre a nossa singularidade.» - New Scientist

  • Uma narrativa da humanidade em 50 lugares, da pré-história à atualidade.

    Mais do que uma viagem no tempo, este livro é um périplo por todos os continentes: do desfiladeiro do Olduvai, na Tanzânia - onde se encontraram as mais antigas ferramentas produzidas pelo Homem - ao CERN - criado para o estudo da física de partículas -, sem esquecer uma visita ao rio Nilo, a Hollywood, à Zona Desmilitarizada da Coreia, ao Polo Sul, ao Palácio de Versalhes e, claro está, à paróquia de Santa Maria de Belém, para sempre associada à ascensão de Portugal a potência mundial nos séculos XV e XVI.
    Trata-se de uma viagem aos 50 lugares mais marcantes da História, que trouxeram importantes mudanças na ciência, economia, religião, arte e sociedade em geral, não esquecendo também personagens primordiais como Buda, Gengis Khan, Nelson Mandela ou Alexandre, o Grande.

    Se conhecer o passado é fundamental para preparar o futuro, esta obra encerra nas suas páginas uma viagem à vida do Homem, desde a sua génese até aos dias de hoje, oferecendo-nos uma perspetiva inovadora da evolução da humanidade

  • O País do Dinheiro

    Oliver Bullough

    • Vogais
    • 24 Avril 2021

    Livro do Ano do Sunday Times


    Livro do Ano do Economist


    Livro do Ano do Times


    Livro do Ano do Daily Mail


    Finalista do Prémio Orwell

    A história dos super-ricos e corruptos que estão a roubar o mundo e a destruir a democracia.
    A democracia está a consumir-se a si própria, as desigualdades estão a aumentar e o sistema está a colapsar. Porquê?
    Porque em 1962 alguns banqueiros londrinos tiveram uma ideia que mudou o mundo. Essa ideia chamava-se offshore e significava que, pela primeira vez, os ladrões podiam sonhar em grande - podiam roubar tudo. Este livro é a estonteante história da riqueza e poder no século XXI - é uma viagem ao mundo oculto dos novos cleptocratas e criminosos globais, passando pelos países pobres em que o dinheiro público é roubado e pelos países ricos onde é investido. De Angola à Ucrânia, do Reino Unido a Malta, O País do Dinheiro denuncia as instituições que se estão a transformar em operações de lavagem de dinheiro. É também um alerta para a forma como a manipulação das leis de uns países afeta as fundações de outros, incluindo alguns dos países mais estáveis do mundo.

    O cenário é negro, mas ainda há tempo para resgatar a democracia das garras da corrupção.

  • O Que É a Vida?

    Paul Nurse

    • Vogais
    • 28 Juin 2021

    Prémio Nobel da Medicina


    Um livro fundamental, escrito por um dos maiores cientistas da atualidade.

    «O livro perfeito para compreender a extraordinária complexidade do que significa estar vivo.» - Bill Bryson
    A vida rodeia-nos - abundante, diversificada e extraordinária - e não para de nos surpreender. Mas o que significa realmente estar vivo? O que temos em comum com bactérias, insetos e árvores?
    Paul Nurse, Prémio Nobel de Medicina, dedicou grande parte da sua carreira a responder a estas perguntas, tendo como base a divisão celular.
    «Paul Nurse explica, de forma clara e elegante, como os processos da vida se desenvolvem. Aprendi muito.» - Philip Pullman, autor bestseller
    Este livro assume o desafio de definir a vida, partindo dos cinco grandes conceitos da biologia: a célula, o gene, os processos da seleção natural, o tratamento da informação pelos organismos vivos e as reações químicas dos seres multicelulares. Indo às raízes da sua própria curiosidade e conhecimentos, e recorrendo às experiências pessoais, dentro e fora do laboratório, partilha com o leitor os desafios que enfrenta, os golpes de sorte que o surpreendem e os momentos verdadeiramente arrebatadores de descoberta. Porque, para sobrevivermos aos desafios da atualidade - alterações climáticas, pandemias, perda de biodiversidade e segurança alimentar -, é essencial que entendamos o que é a vida.
    «Este livro vai inspirar uma geração de biólogos.» - Siddhartha Mukherjee, autor bestseller de O Imperador de Todos os Males

  • Uma história impressionante de sofrimento indescritível e do seu impacto nas gerações futuras

    Enviada para Auschwitz em 1943, Elsa Miller sobreviveu ao campo de extermínio devido ao seu talento. Como violinista, teve a «oportunidade» de se juntar à orquestra feminina do campo, regida por Alma Rosé, sobrinha do famoso compositor Gustav Mahler.
    É este o segredo que Jean-Jacques Felstein, o filho de Elsa, descobre muito tempo após a morte prematura da mãe, que nunca lhe revelara nada acerca do seu passado. Ao tentar preencher o vazio que sente, segue os passos de Elsa e encontra sobreviventes da orquestra em vários países: Alemanha, Bélgica, Polónia, Israel e Estados Unidos da América.
    São as memórias de Hélène, Violette, Anita e outros músicos que o ajudam, finalmente, a compreender a sua mãe, que aos 20 anos passou pelo inferno e para sempre carregou esse fardo. Relatos que nos dão a conhecer a realidade incompreensível do campo: as audições das quais dependia a sobrevivência, os ensaios intermináveis, os destroços humanos que marchavam ao ritmo da banda a caminho dos trabalhos forçados, os concertos de domingo e as peças de música que Josef Mengele, o «Anjo da Morte», exigia ouvir quando não estava a decidir quem vivia e quem morria.

    Uma história que desperta emoção, respeito e raiva, numa escrita marcante e intransigente. Uma bela homenagem a estas mulheres.


    Um diálogo admirável além da morte, em que Jean-Jacques Felstein, ao seguir os passos de Elsa, tenta aliviar a mãe do peso do seu sofrimento e, assim, amenizar a sua própria devastação por ter crescido com uma mãe ausente.

  • Isso Nunca Vai Resultar

    Marc Randolph

    • Vogais
    • 19 Avril 2021

    «Fascinante e cheio de ensinamento práticos.» - Reed Hastings, CEO da Netflix


    A história verdadeira e completamente improvável dos primeiros dias da Netflix

    Nem sempre as vidas de Marc Randolph e Reed Hastings foram tão simples como uma noite de binge-watching. Em 2000 atravessavam um dos seus piores momentos profissionais: a empresa de aluguer de DVD por correio em que tinham investido todas as suas economias, esforços e dois anos de trabalho estava prestes a ruir. Foi então que tomaram uma medida desesperada: propuseram a venda da empresa ao seu maior concorrente, a Blockbuster, por 50 milhões de dólares. A resposta que receberam foi direta: «Ponham-se a andar.» Hoje, a Netflix está avaliada em mais de 200 mil milhões de dólares e a Blockbuster... bem, o que é que ela fazia?
    Mais do que a crónica de uma das empresas mais emblemáticas do mundo, neste livro estão as respostas a algumas das perguntas fundamentais sobre dar o salto de fé, seja nos negócios ou na vida: Por onde começar? Como lidar com os reveses? Como lidar com o sucesso? O que é realmente o sucesso?
    Da ideia à formação de uma equipa e a saber quando é o momento de passar o testemunho e partir para outras aventuras, esta obra é mais do que uma parábola sobre sonhos. É uma das histórias mais perspicazes do nosso tempo.

    Um livro fundamental sobre criatividade, sorte e perseverança.

  • Os Infiltrados

    Norman Ohler

    • Vogais
    • 22 Février 2021

    Uma história inesquecível de amor, heroísmo e resistência no coração do Terceiro Reich

    Eram jovens e bonitos, oriundos de famílias alemãs abastadas e favoráveis ao regime nazi. Contudo, decidiram escolher a oposição. Juntos, no coração do Terceiro Reich - ele enquanto oficial no Ministério da Aviação e ela enquanto funcionária da delegação local da Metro -Goldwyn-Mayer -, fizeram o inimaginável: criaram um movimento de resistência alemã que ganharia contornos de mito, durante e após a guerra, e que despertaria a fúria de Hitler. Desmascarados, foram condenados por alta traição e executados pouco antes do Natal de 1942.
    Chamavam-se Harro Schulze-Boysen e Libertas Haas-Heye. Tinham 33 e 29 anos. Todos os vestígios dos seus nomes e as suas memórias foram apagados pelo regime. Norman Ohler reconstrói a história de Harro e Libertas, que é também o retrato da Berlim das décadas de 1930 e 1940 e da passagem da República de Weimar para o Terceiro Reich. Uma narrativa fascinante e ritmada, escrita com base em diários não publicados, cartas e arquivos da Gestapo, que nos prende do princípio ao fim e nos faz recuperar a fé na humanidade.
    «Uma história surpreendente de resistência antinazi - de amor, de incrível bravura e autossacrifício, cujo desfecho só poderia ser a morte -, contada de forma magistral.» - Sir Antony Beevor, autor de Estalinegrado e A Queda de Berlim

  • Stephen Hawking

    Leonard Mlodinow

    • Vogais
    • 5 Avril 2021

    Uma perspetiva íntima, única e inspiradora da vida e obra de uma mente brilhante.

    Indubitavelmente um dos físicos mais influentes do nosso tempo, Stephen Hawking inspirou a vida de milhões de pessoas. Neste livro, o físico Leonard Mlodinow relembra as quase duas décadas de colaboração e amizade entre ambos, dando a conhecer um homem complexo, num retrato único e profundamente pessoal.
    Os dois conheceram-se em 2003, quando Stephen perguntou a Leonard se ele consideraria a hipótese de escrever com ele uma continuação do bestseller Breve História do Tempo. Ao longo dos anos que passaram a escrever Brevíssima História do Tempo e, mais tarde, O Grande Desígnio, estabeleceram uma ligação profunda e Leonard passou a compreender melhor a vida diária e as lutas de Stephen, bem como a sua compaixão e bom humor.
    Ao entrelaçar a sua história com um retrato perspicaz do alcance científico de Hawking, Leonard Mlodinow apresenta-nos um homem brilhante, travesso e generoso, cuja vida foi não apenas excecional mas também genuinamente inspiradora.
    «Um retrato fulgurante de perseverança e determinação.» - Kirkus
    «Mlodinow é exímio em tornar a ciência acessível.» - Stephen Hawking

  • O Meu Nome É Selma Nouv.

    O Meu Nome É Selma

    Selma Van De Perre

    • Vogais
    • 27 Septembre 2021

    Selma van de Perre tinha 17 anos quando a Segunda Guerra Mundial começou. Até então, ser judeu na Holanda não era sinónimo de perigo, mas em 1941 tornou-se uma questão de vida ou morte. Selma juntou-se ao movimento de resistência contra os nazis e durante dois anos arriscou tudo. Usando o pseudónimo Margareta van der Kuit e passando por ariana, viajou pelo país a entregar documentos, a partilhar informações e a manter o ânimo entre os colegas - fazendo, como diria mais tarde, o que «tinha que ser feito».
    Em julho de 1944, a sua sorte acabou. Detida, foi transportada para o campo de concentração feminino de Ravensbrück como prisioneira política. Ninguém ali sabia que era judia. Ao contrário dos seus pais e da sua irmã - que descobriria mais tarde terem morrido noutros campos -, ela sobreviveu. Somente depois do fim da guerra é que conseguiu recuperar a sua identidade e se atreveu a voltar a dizer: o meu nome é Selma.

empty